capa1

Urubois foi um selo criado para lançar A Zica #0. A Zica, urucubaca em forma de revista, é um fanzine anual de temas-tabu, com ilustrações, quadrinhos, aforismos e textos de um tanto de gente do mundo todo.

O selo Urubois já tinha na agulha, “Tropecassino, Um Jogo em Fantasia” (2009), de João Perdigão, um dos editores d’A Zica. Em 2010, além de João, Marcelo Lustosa e Luiz Navarro lançaram a A Zica #0 em um evento memorável no Mercado Novo, o Vendendo Peixe. Os temas da primeira incursão Zica eram morte, macumba e classe média.

Em 2011, saiu A Zica #1, com os temas putaria, sci-fi e propaganda – e cerca de 60 artistas do mundo inteiro. No ano que era pro mundo ter acabado, saiu A Zica #2, com os temas apocalipse, bullying e maconha. Em 2013, quando o Brasil esteve em convulsão social em jogos pré-Copa, A Zica #3 saiu recheada de vandalismo, pirataria e trevas. Junto deste lançamento, nosso irmão Marcos Batista também lançou uma coletânea de seus trabalhos (2007-2013), o Memorial Batista, que teve um pitaco nosso.

Luiz Navarro está para lançar “Poesia em Pele de Propaganda”, pesquisa que ele fez na Escola Guignard e que se transformou num registro imagético e glossário de termos e conceitos sobre stickers em Belo Horizonte entre 2004 e 2010.

A Feira Espanca! de Publicações Independentes é um evento especial que organizamos. Vai ter um bate-papo com Amir Brito, Piseagrama e Ricardo Portilho, exposição retrospectiva d’A Zica e o lançamento d’A Zica #4 (funk, dinossauro e Rússia) com show do MC Papo no Baixo Centro Cultural madrugada adentro.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *