La Boquinha em cartaz no Mercado

O La Boquinha é filho do La Boca, cinema de rua que funcionou de 1997 até 2004 no Barro Preto. Herdou das duas salas as cadeiras e, com seu espírito itinerante, como faz bem a um jovem, irá ancorar neste sábado no terceiro andar do Mercado Novo – a menos de dez quarteirões do endereço original, na rua Ouro Preto, 103.

Pés nem braços fazem falta ao assento-encosto de couro vermelho, que embala plateias em qualquer lugar onde se instale, Betim, Jambreiro ou centro de Beagá. Quinze dessas cadeiras foram emprestadas pelo La Boquinha especialmente para compor o cinema-lounge do Vendendo Peixe, com o portátil kit tela-projetor-caixa de som-laptop que dá asas aos cineclubes.

Em cartaz, filmes e vídeos de qualquer metragem sobre cidade, arte, ativismo e por aí vai. O “BH Soul” do Tomás Amaral está programado, e o “Notas Flanantes” da Clarissa Campolina também. E mais: “Anuncie Aqui”, do Sem Rosto; “Poro – Intervenções Urbanas e Ações Efêmeras”, realizado pela AIC; “Exit Through the Gift Shop”, do Banksy; “Style Wars” (que conta o surgimento do movimento hip hop em Nova York), vídeos de Paulo Bruscky, Richardson Pantone, Igor Amin, João Maciel, Azucrina! etc…

O La Boquinha é destaque na programação, com um trabalho inédito de seu braço realizador, a produtora IT Filmes. A cineasta Elizabete Martins Campos e a produtora Tatiana Tonucci também vão passar o trailer de “Elza Soares – A Voz do Brasil”, que está em produção, e ainda estão planejando interações de vídeo e grafite.

Como o Vendendo Peixe, o La Boquinha tem classificação livre!

Por Débora Fantini



This entry was posted on Friday, September 17th, 2010 at 09:41 and is filed under Atrações, Vendendo Peixe. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Deixe uma resposta:

Sua resposta